Clube To Beer

Blog

- por em Cerveja, Dicas, Pablo Santiago 0

Conceituada, complexa e potente!

por Pablo Santiago

A cerveja que conheceremos hoje é opaca, de coloração marrom escuro e é dona de um aroma caramelizado e achocolatado, provenientes dos seus maltes torrados. Eles, que ficam cada vez mais intensos à medida que a bebida vai esquentando, se diferem dos demais por sua complexidade.

Ao primeiro gole, é percebido um certo amargor que logo após é substituído pela adocicada sensação que fica no paladar. Esse traço marcante, é proporcionado pela fermentação que levam algumas ameixas e frutas vermelhas, fazendo com que essa bebida tenha um toque frutado tal como o de um saboroso licor, ou fazendo até mesmo lembrar de um bom vinho.

Uma cerveja belga sempre será uma boa escolha, ainda mais no caso de hoje, que além de ser oriunda de um país que o nome fala por si só quando se trata de maravilhosas cervejas, ela ainda é detentora do nobre e tão cobiçado selo trapista. Sim, viva à Dark strong ale! A cerveja comprova o porquê da expectativa marcando o paladar dos seus apreciadores.

Ela, que é feita dentre os muros do mosteiro pode muito bem harmonizar com os diversos tipos de queijos também produzidos nas abadias, e que tornam à sua degustação ainda mais saborosa. Alguns modos de preparo de macarrão, risoto e filé também são excelentes pedidas quando se trata de um jantar acompanhado desta especiaria.

#Cheers

Post navigation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *